14 de mai de 2010

Estou aqui.

Não posso confessar que já me sinto consideravelmente constante, ainda bate alguma coisa dentro de mim. No entanto, me sinto bem e não sofro mais tonturas pela manhã. Agora pertenço à um novo lugar. Aqui os pássaros cantam e o sol bate em minha janela. Não escuto mais aquelas vozes sufocantes, aqueles gritos exagerados e a sick obsessão. Depois de muito tempo, tenho amigos, faço o que eu quero e ao mesmo tempo, não faço nada. Meu apetite voltou, humores oscilam mas transbordam em uma sintêtica harmonia. Mesa de três pés que ainda mantêm o equilíbrio. Flores amarelas e uma gravata colorida. As cores bonitas, de tons azulados, café sem açucar, brinquedos quebrados. Tudo está em seu devido lugar. Recebi vários avisos, aos quais finalmente escutei. Eu preciso de um drink. Agora é paz.

Nenhum comentário: