17 de fev de 2012

Boneco de Neve


Seus lábios se movem, porém ruídos fazem sua fala quase incompreensível. Tirei algumas fotos sem foco e sentei no sofá. Dei-me conta de que o que faço de melhor é me atormentar por situações passadas. Ainda tenho medo de me apaixonar e, por esse motivo, o afastamento de determinadas ocasiões se torna inevitável. O microfone não tem cheiro nem gosto. Gostaria de ser excepcional em tudo para, enfim, poder recuperar o tempo que me foi roubado. "Adulto saudável e produtivo novamente". Você foi embora, eu fiquei só. Nenhuma alma ocupa essas cadeiras. Livros são alinhados em forma de coração. Qual era mesmo o último verso daquela canção? 2+2 ainda são 4, mas preferia que estivesse enganado.

"Podiam desnudar, nos mínimos detalhes, tudo quanto houvesse feito, dito ou pensado; mas o imo do coração, cujo funcionamento é um mistério para o próprio indivíduo, continuava inexpugnável." (George Orwell, 1984)

10 de fev de 2012

Floresta Negra


Aquele projeto desgraçado acabou consumindo quase metade do meu dia. No instante em que fechei a porta, ouvi risadas. Sim, ocasionalmente escuto vozes. Será que estou recuperando o meu brilho ou essa lâmpada realmente ilumina meu quarto de uma forma diferente? Como você pode ter a impressão de que estou sempre bem? Férias de três dias ou final-de-semana? Tudo bem, não faz diferença mesmo. Às vezes, amor não é o suficiente. Foi assim que consegui escapar da insanidade e dar outro rumo à minha vida. Meu casaco repousa sobre a cadeira, ouço roupas girando dentro da máquina de lavar. Não vejo nada e, ao mesmo tempo, objetos decoram um novo horizonte. Porém, já o conhecia desde a época em que construía castelos de areia. Coitados, as intensas ondas sempre os engoliam. Chorei. Minhas lágrimas eram tão salgadas quanto a água do mar. Eu não sou responsável por essa tormenta contínua. Sou inocente, eu juro. Agora, faz sentido.

3 de fev de 2012

Vou transformar toda essa tragédia numa divina comédia.



Heróis são aqueles que jogam xadrez com o inimigo sem medo da derrota, que escrevem cartas sem assinar o remetente. Sábios sugerem que fracassos nos fortalecem; infelizmente, confirmei a veracidade desse clichê da pior maneira possível.
Na tentativa de apagar o passado obscuro de minha memória, acendi um cigarro. Correto, voltei a fumar e tenho mais uma porção de hábitos ruins. "True perfection has to be imperfect; I know that that sounds foolish but it's true.
Meu cérebro necessita de exercícios mentais, quero usufruir da minha bipolaridade sem culpa. Recordo-me que costumava passar horas sentado na cama, escrevendo besteiras em meu caderno e não me importando com o amanhã.
Sinceramente, todo esse "pseudo-teste" deveria ter um prazo de validade. Por esse motivo, não comi meu pacote de bolachas. A fragilidade me incomoda. Reencontrei alguns amigos através de meu pensamento. Um deles, com sua simpatia destacável, perguntou: "Você está bem?" Pela primeira vez, depois de alguns anos, sem hesitação, respondi: "Se eu te dissesse que estive pior, você acreditaria?"