19 de out de 2012

Freeway


Aquele cansaço incomum resolveu,enfim, abandonar o meu corpo. Desde a minha primeira caminhada, senti uma certa renovação. Mas será mesmo que estou curado? A ansiedade cessou. Fato. Aquela fobia social que me impedia de almoçar em lugares públicos foi embora e, finalmente, minha autoconfiança nunca esteve tão aparente. Esse estado me conforta.
Se pelo menos eu encontrasse um modo concreto de fazer vocês compreenderem toda a angústia que senti e as imagens horrendas que fui forçado à adorar. Isso não vem ao caso. Aliás, agradeço do fundo do meu coração por ter acordado desse pesadelo que durou praticamente dois anos. Minha história começa aqui, sem vícios, sem mentiras, apenas a mais nua e crua verdade. Como tudo deve ser.

5 de jun de 2012

Isqueiro Vermelho Sobre Sete Folhas de Papel

Lucas, confie nas pessoas. Dê uma chance à inocência e, não se esqueça de amar a humanidade (ou pelo menos, parte dela). Eu tenho um leve problema com vírgulas e pontos finais. Deve ser por isso que minhas frases são ou muito curtas ou extremamente longas. Meio-termo nunca foi o meu forte. Você deve estar pensando se isso também afeta a minha fala. Prometo amenizar sua curiosidade depois de algumas idéias mal-formuladas. Falta uma "peça" no meu guarda roupa. Da mesma forma, também falta uma peça em meu quebra-cabeça. Ela mora em Pato Branco (embora minha mãe sempre confunda com Passo Fundo). Na minha cidade não há rinocerontes, apenas indivíduos com suas atividades repetitivas. Sim.

1 de jun de 2012

Ponto?

Transições tornam o meu vocabulário mais rico. Foi só um comentário em voz alta. Apaguem as luzes, o show acabou.

28 de mai de 2012

Feto

Eles estão por toda parte. Com seus neurônios danificados, furtam meus cigarros e me pedem esmolas como se fosse um parquímetro solidário. Acho que a causa daquele individualismo abstrato enfim faz sentido. Os vícios que criei vão desaparecendo aos poucos; porém, essa espera parece ser eterna e, consequentemente, me sinto impaciente. Rima tosca. Sou egoísta de pensar que pessoas comuns devem me fornecer atenção constantemente. Tropeço na calçada e derrubo o molho de chaves. Em questão de segundos, estou dentro do meu carro me questionando se tudo isso valeu a pena. Sinceramente, o título de herói nunca me convenceu. Não me agradeça por coisas que nunca fiz, pois sou um ser-humano capaz de mutações horripilantes. Após escrever essa frase, percebi o exagero e soltei um leve sorriso. O que posso fazer se adoro hipérboles?

23 de mai de 2012

A Minha Metamorfose

Quando Lucas Esposito acordou numa manhã após sonhos conturbados, ele se deu conta que ainda não havia se transformado num monstruoso inseto. No entanto, o peso de seu corpo lhe dava a impressão de que já não podia mover seu antebraço esquerdo.Será mesmo que isso existe? Nunca consegui decorar todos aqueles nomes em Biologia. Foi então que, após quinze minutos de manha, decidi abrir meus olhos e encarar mais um dia nublado. Hoje, assim como ontem, anteontem, e semana passada, não teve nada de especial. Já estou farto daquela imitação fajuta do Eric Cartman com voz esganiçada. Essas duas semanas serão eternas, só espero que minha cabeça não sofra um breakdown. Seria trágico, pior do que se transformar num inseto. Mudando de assunto, quem vai limpar o quarto de Gregor Samsa? Kafka, peloamordedeus, me deixa dormir.

19 de mai de 2012

Culto aos Famintos

Deus ama quem nos ama. Amadeus? Não, Mozart.

18 de mai de 2012

Notes From Underground

Nunca pensei que aquela estrutura de madeira e grafite fosse capaz de causar tanto dano. Acendo cigarros com uma certa dificuldade devido aos calos e bolhas em meus dedos. No entanto, Dostoevsky me ensinou que, independente de sua essência, qualquer tipo de sofrimento é relativo e, eventualmente, transformado em prazer. Acho que isso explica o período prolongado de minha "recuperação". Por dois dias consecutivos, fui dominado por uma preguiça descomunal. A parte positiva desse hábito um tanto desagradável foi que não tive pesadelos. Curiosamente, nessas duas ocasiões, acordei com o barulho incessante do cortador de gramas. A aparência rústica e sedutora das azaléias é coberta pelo insistente fluxo de água da mangueira. Parece que, depois de muito tempo, reaprendi a notar a tímida beleza de objetos que cercam meus arredores. Talvez, aquele quadro oriental decorasse a parede por séculos. Quem teve a brilhante idéia de colocar a estante do banheiro na cozinha? Sim, minha mente ainda está um pouco desorientada e sofre de frequentes fases "nonsense".