22 de dez de 2010

Adidas

Quase é a única palavra que pode descrever o meu passado, presente e futuro. Acordei mais podre do que nunca e pensei que meu dia fosse acabar por ali mesmo. Eu ainda enxergo um ponto preto através do meu olho esquerdo. "Que saco, parece uma mosca sem suas asas". Por falar em moscas, faz muito tempo que não as vejo por aqui. Justo agora que tudo estava voltando ao normal? Ontem e hoje, dias iguais. Quero dizer, EXATAMENTE os mesmos. Tive incansáveis déja vus cobertos de água e lama, sem chantilly ou manteiga de amendoim. Até mesmo encontrei a mesma mulher no ônibus. Gordinha safada. A diferença foi o chapéu. Será que as pessoas não entendem que quando chove, a melhor coisa a fazer é comprar um guarda-chuva? O meu continua molhado. Eu não te conheço de algum lugar? Só não sei se vou ter coragem de voltar lá amanhã para conferir.

Nenhum comentário: