30 de mar de 2011

A pack of cigarettes...

Baudelaire escreveu "As Flores do Mal" e, apesar de ser uma obra brilhante, não estava satisfeito. Eu ainda não escrevi nada de útil, porém tenho milhões de idéias implorando para serem transportadas para uma folha de caderno. O que acontece é que minha cabeça passa por uma confusão de emoções, como se fosse um carro de cinco assentos com portas e janelas trancadas num dia de verão. Imaginem só...
Tudo aquilo foi um erro. No entanto, percebo que uma parte de mim, por menor que seja, revive à cada hora que passa e, um de meus muitos pecados, é finalmente perdoado. Meu recorde de vinte cigarros foi quebrado ontem. E olha que não consumi ao menos uma gota de álcool. Uma tremenda decepção...
They know nothing; however, they have the language. So many questions without any logical answer. I could see ducks swimming and singing in my room, I wrote my name through the mirror and was able to see it after weeks. That was kinda creepy.

Um comentário:

Srta lluúH s2 disse...

Tudo o que diz é tão cincero e único que é impossível de não gostar... palavras lindas e tão significantes... amei tudo oque disse... !